Higiene/Cuidado/Saude

Banho em pé: Adaptação, dicas e transição

As mamães e os papais – e também as babás – aproveitam todas as fases dos pequenos, desde que chegam em casa e começam a adaptação da nova vida. Mas existem alguns aspectos que deixam todos confusos. Um deles é algo simples: Quando começar a dar banho em pé na criança?

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que cada criança tem o seu tempo de aprendizado no que se refere a domínio de corpo. Alguns bebês aprendem a sentar, levantar e até andar mais cedo, antes de 1 ano; Outros, no entanto, demoram um pouco mais. Depende do tempo dele. Então, para começar o assunto, é preciso lembrar que não existe uma fórmula para isso.

Em segundo lugar, é preciso realizar que para começar a dar banho em pé no pequeno, é preciso prestar atenção em alguns sinais; O primeiro deles é entender se ele já se mantém firme em pé. Afinal de contas, quando ele for tomar banho em pé, terá de se equilibrar enquanto você o ensaboa e o enxágua, o que fará com que ele se movimente.

Além disso, existe a pressão da água caindo sobre ele, o barulho que o chuveiro faz, etc.

Criando o ambiente do banho

Para começar, é importante já deixar o chuveiro ligado e testar a temperatura da água antes de a criança entrar no box. Logo depois, é o momento de levar o pequeno ao box e sempre segurá-lo pelos braços, para mostrar que você está ali por ele. Para transmitir segurança.

Não mostre tensão e tente aproveitar o momento com ele. É claro que nas primeiras vezes vocês devem se atrapalhar um pouco, especialmente para conseguir ensaboar todo o corpo da criança. Mas se preocupe, inicialmente, com a adaptação de vocês dois.

Banho em pé e a adaptação

É possível que o pequeno estranhe a nova maneira de se banhar, já que até aquele momento ele tem a referência da banheira e de seus brinquedinhos enquanto passa pelo processo. Então, é normal que inicialmente a criança se sinta frustrada e não entenda a transição.

Para deixar tudo mais leve, você pode, de repente, adaptar o ambiente para a criança. Leve brinquedos para o box. Se este for grande, vale até deixar a banheirinha ali para ele ter a referência, ou mesmo uma piscininha de plástico, para que possa ainda ter a sensação da banheira, porém podendo ficar em pé.

 

Leave a Comment