Babá, Papais e Mamães

Estabelecendo um bom relacionamento entre pais e babá

Uma das primeiras coisas que os pais pensam, ao cogitar contratar uma babá, é o relacionamento com o(a) profissional. Porque, vamos combinar, é uma pessoa desconhecida entrando em sua casa para cuidar do seu bem mais precioso: seu filho. Então muitas dúvidas surgem.

Por outro lado, sempre há, também, uma ansiedade por parte do profissional que vai entrar na casa de um desconhecido e ter suas habilidades e profissionalismo posto à prova em modo pressão, já que, como citamos acima, está responsável por uma vidinha mais do que preciosa.

Como quebrar esse gelo e estabelecer, então, um bom relacionamento entre as duas partes para que haja harmonia em casa?

Em primeiro lugar, quando falamos dos pais, é claro que haverá uma pesquisa e entrevista com o(a) profissional para saber se está apto para as atividades propostas. Muitas mamães também relatam aquele “feeling”, o famoso “santo bateu” para fazer a contratação. Sim, isso faz parte.

Depois, já com início do trabalho, é importante os pais deixarem claro para o(a) profissional como funciona a rotina da casa, horários que os pequenos se alimentam, coisas permitidas e proibidas e afins. Regras são imprescindíveis especialmente para que a babá tenha um norte para quando começar a trabalhar.

Já com o trabalho em andamento, é importante estreitar o vínculo entre pais e babás, até para haver uma intimidade e certa liberdade para com as crianças, na parte de dar banho, comida, brincadeiras, trocar fraldas, etc. O diálogo precisa ser aberto e ser o principal instrumento para uma parceria saudável.

É importante frisar que ainda que a babá tenha toda a confiança da família, os pais precisam participar dos momentos mais importantes da criança, para que haja o completo desenvolvimento.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *