Higiene/Cuidado/Saude

Exagero? Controle o consumo de chocolate das crianças no pós-Páscoa

Passa o domingo de Páscoa e papais e babás se veem rodeados de ovos de Páscoa dos mais variados tamanhos e sabores.

Sim, quem tem criança em casa sabe que os presentes de chocolate chegam aos montes neste época. Mas como controlar os pequenos, que podem pedir o doce no café da manhã, almoço e jantar?

Confira algumas dicas para barrar o exagero do consumo de chocolate:

– Escolher um tipo de chocolate com mais cacau (amargo e meio amargo, que também tem menos açúcar) e controlar a quantidade do produto

– Atentar ao tamanho e quantidade de ovos de chocolate que as crianças recebem, já que açúcar e gorduras presentes no doce provocam cáries, colesterol e triglicérides altos, além de obesidade

– Considerar não proibir o chocolate, que também é nutritivo, antioxidante, além de fonte de energia, vitamina e cálcio.

– O exagero é sempre perigoso. Responsável por liberar endorfina e serotonina, que dão sensação de bem-estar, muito chocolate pode causar perda de sono, diarreia, agitação, alterações gastrointestinais e vômitos nos pequenos.

– Separe uma porção de chocolate – de preferência como sobremesa, após as refeições – e não deixe o ovo à disposição para a criançada comer à vontade.

– Pediatras não recomendam chocolate para crianças menores de 2 anos e nunca deve ser consumido antes do primeiro ano de vida

– Variar o que a criança come sempre é uma ótima opção. No pós-Páscoa, busque alimentos com menor teor de gordura e aumente a oferta de frutas e verduras para ajudar a equilibrar a alimentação.

Fonte: Delas – iG

Leave a Comment