Higiene/Cuidado/Saude

Introdução alimentar: Mais variedade, menos alergia

Uma das principais preocupações das mães, especialmente quando o bebê vai chegando aos seis meses de vida, é: O que ele poderá comer? Afinal, estamos falando de uma infinidade de possibilidades, novos sabores e, especialmente, necessidade de paciência na introdução alimentar.

Um relatório divulgado pela Associação Americana de Pediatria (APA) revelou novas orientações para pais e profissionais que forem lidar com as crianças nesta fase de introdução alimentar. A instituição recomenda que alguns alimentos como por exemplo o amendoim devem ser colocados na dieta dos bebês desde que começam a se alimentar, para reduzir o risco de alergias a este item.

Introdução alimentar X alimentos que costumam dar alergia

Além do amendoim, o ovo, leite, frutos do mar e castanhas também podem ser considerados alimento chave na restrição por alergias, por ter efeitos semelhantes. A indicação, também, é que as mães se alimentem destes produtos na época da gravidez.

No ano passado, a própria Sociedade Brasileira de Pediatria se pronunciou sobre o assunto e orientou que as gestantes não fizessem restrição alimentar se não tivessem nenhum tipo de alergia. O comunicado alertou que a exclusão destes alimentos que podem dar alergias pode, na verdade, aumentar o risco.

Portanto, fica a lição! Vamos comer mais e experimentar mais para evitar possíveis alergias e rejeições no futuro. E vamos manter estas crianças nutridas e mais fortes por toda sua infância 🙂

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *