Babá, Higiene/Cuidado/Saude, Papais e Mamães

Estimulando o apetite das crianças

É muito comum que as mamães tenham dificuldades com a alimentação dos pequenos, afinal eles estão descobrindo o mundo e seus gostos à medida que crescem. No entanto, é preciso prestar atenção e tratar as crianças de maneira educativa. Fazer barganhas e tentar distraí-los na hora da alimentação é pior, pois eles poderão fazer associação que este momento, tão importante para seu desenvolvimento, é uma tortura. O apetite deve ser natural.

Primeiro lugar: as crianças precisam entender a importância de se alimentar para começarem a ter realmente uma ligação com a comida. Explicar as propriedades de cada alimento, como eles podem fazer com que o corpo funcione bem, é imprescindível. A nossa dica é instigar os pequenos a querer conhecer o alimento. Levá-los em hortas, feiras e afins pode ser um passeio diferente e colorido, pode ajudar neste processo.

Outro tema importante é: Não usar a comida como barganha. Segundo uma nota da Revista Crescer, não é eficaz oferecer prêmio ou punição para que os pequenos experimentem comida. De novo, eles precisam construir uma relação com a comida e não achar que aquele momento é torturante.

Apetite deve ser natural

O mais importante, no caso da alimentação das crianças, é que elas precisam internalizar o horário das refeições para que comecem a ter a vontade de comer, que é algo que vem do cérebro, e não do estômago.

Ainda segundo a Revista Crescer, as mamães devem evitar dar estimulante de apetite para os pequenos se eles não tiverem indicação médica para tal.

Fonte: Revista Crescer 

 

Leave a Comment