Papais e Mamães

Segundo idioma para meus bebês: É possível?

Dizem que as crianças tem mais facilidades de aprender um segundo idioma do que nós, adultos. E, pensando na sociedade atual, realmente pode ser interessante querer ensinar aos pequenos, para que eles se desenvolvam de uma maneira mais ampla também, não é mesmo?

Muitos pais se perguntam: Como devo passar isso aos meus bebês? As crianças podem ser estimuladas através de brincadeiras, bonecos, histórias, vídeos, música e teatro. Quando o aprendizado se une ao divertido, a capacidade de fixação do idioma se torna muito maior.

“Se desde bebê a criança frequentar uma escola que alfabetize em português e participar de um ambiente que tenha uma segunda língua, a mesma terá a capacidade de distinguir e desenvolver habilidades nesta nova língua” (Maria Esther Lopes, diretora pedagógica do DICE, curso de inglês com metodologia construtiva)

A especialista comentou que o desenvolvimento da inteligência nos bebês ocorre bem antes da fala. “Brincando, estimulando e vivenciando o mundo em inglês, a criança aprende o mundo através da experimentação e da interação com os estímulos vindos das atividades direcionadas. Para que a criança aprenda um idioma, o seu cérebro começa a diferenciar os fonemas, articulando os sons e contextualizando os vocábulos”.

Os pequenos devem estudar um segundo idioma?

Tendo em vista que as crianças aprendem muito através de atividades, experimentação e interação com o mundo, é realmente interessante pensar em oferecer essa possibilidade a elas. “A primeira habilidade que adquirimos quando estamos aprendendo um idioma é a compreensão. Assim, o primeiro indício que os pais terão é se o bebê está compreendendo as solicitações em Inglês ou não. E geralmente esses estímulos são entendidos de maneira positiva pelos bebês.”, finalizou a diretora pedagógica do DICE.

Leave a Comment